Aproveita estas datas especiais para redescobrir-se como Mulher. Neste dia marcado por comemorações, por reverências, por dedicações de amor e declarações, enfim, que sirva ao menos para lembrar do valor das Mulheres. Entretanto, estes dias devem ser vistos como verdadeiras fogueiras (quando se aumenta a visibilidade sobre as Mulheres), pois nos “dias comuns”, a chama é que deve ser cuidada, justamente para que não se apague o brilho e a razão principal de saber quem é a Mulher que está no teu convívio diário, que está marcada na retina dos olhos do teu coração, que para sempre estará viva na tua mente e na tua alma. A admiração e o respeito deveriam ser premissas básicas a toda Mulher. Infelizmente, pela cultura histórica machista, o que se vê é uma realidade bem diferente. A “mulher-objeto” é ainda a primeira visão dos homens, em todo canto. E isso é tão nocivo às próprias Mulheres que acabam consumindo muita energia emocional positiva delas, mas não é só isso, a cultura machista que se instalou em algumas relações está inviabilizando o cultivar de valores e atitudes genuínas de paz, justiça, igualdade (em casa, na sociedade, no trabalho), esperança, bondade, empatia, cooperação (sem querer retorno), amorosidade, até gentileza e perdão. Tem muita relação, ainda, que é uma prisão, onde as mulheres são presas em cativeiros emocionais por conta dos seus agressores (emocionais e físicos). Por isso, você Mulher, nestes ambientes de muita pressão social e pura insalubridade comportamental, naturalmente acaba se deixando levar pelos extintos de sobrevivência: atacar, defender-se ou fugir. A culpa não é sua, jamais é quando te impõe uma inserção em um universo que não à compete. Mesmo com sua permissão, o teu SIM não dá direito a ninguém de ignorar os teus NÃOS. Aprenda e conviva mais com os teus NÃOS, mostre mais a todos que tuas vontades, sejam elas consentidas ou desaprovadas, que é você Mulher quem deve estar à frente e em primeiro lugar. Você que se redescobre a cada manhã. Que se olha no espelho às vezes desconfiada e tão cheia de medos, mas que segue em frente. Você Mulher, que mesmo em meio a um guarda-roupa com mais desordens do que certezas, tenta se reinventar. É que o teu verdadeiro valor está naquilo que demonstra ao mundo, nas tuas ideias, nos teus objetivos. A forma como deve ser adorada e respeitada cabe mais entre seus desejos e sonhos do que apenas na mesquinha e restrita forma de te olharem e julgarem. Afinal, um homem que trata você Mulher como merece na tua frente apenas demostra respeito. Mas o caráter dele está naquilo que pensa, fala e como ele age na tua ausência. E isso não é culpa nem responsabilidade tua! Você Mulher, pode carregar um mundo nas costas, pode ser a base que sustenta uma casa, um casamento, namoro, até uma amizade. E isso não quer dizer que você é a responsável por tudo que ocorre, muito menos pelo que dizem e fazem ao teu respeito. Sobre tua postura e tudo mais que te envolve, é você Mulher quem sabe. Aos outros cabe o mínimo que é respeito. Você Mulher, merece admiração e respeito!

Revisado por Editor do Webartigos.com