Como é bom quando encontramos em meio a abraços apertados, calorosos e longos, pessoas com olhares cheios de cumplicidade e doçura. Pessoas que cativam pelas boas intenções e pelos desejos verdadeiros providos de intensidade e sinceridade. Pessoas que nos olham com aquele olhar único, que falam “eu tenho tempo pra você”. É o olhar que nos alcança. Não é o olhar que já nos despede. Que nos despeja na primeira vírgula e nos ignora nos próximos parágrafos.  Como é bom reconhecer isso, e mais, agradecer por esses momentos únicos. Às vezes passamos a vida inteira tentando ser quem nunca conseguiremos ser, e no encontro de um olhar vemos toda nossa vida real impregnada na retina dos sonhos possíveis. Porque é possível sim sermos encontrados por olhares de predileção, sermos descobertos por alguém que nos olhe e não nos condene, simplesmente nos acolha e nos proteja. É como se fossemos tirados da escuridão e o olhar acarinhador nos levasse à luz. Sim, há pessoas que brilham em nós, que nos fazem entrelaçar o brilho próprio, gerando uma nova condição humana. Um novo ciclo. Uma nova fase. Um novo momento para recomeçar se for preciso, mas desta vez, coberto de amor e olhares de predileção.

Revisado por Editor do Webartigos.com