PROBLEMATIZAÇÃO

Desenvolver a ludicidade dentro do ambiente escolar nas séries iniciais de ensino não é apenas brincadeiras, é coisa séria, partindo do pressuposto de que o lúdico introduzido nas atividades pedagógicas como forma de motivar e auxiliar o educando no seu processo de ensino-aprendizagem, promove o desenvolvimento da criança, auxilia a interação e comunicação, favorecendo dessa maneira a liberdade do educando se expressar no meio social em que ele está inserido. O papel do professor hoje na sala de aula é essencial para incorporação desse recurso didático, ele como formador da construção da aprendizagem, deve conscientizar-se das vantagens e de como são enriquecedoras essas atividades para a vida do educando. O educador precisa planejar suas aulas de modo que possa introduzir essa nova técnica de ensino, ressaltando que, é importante o professor utilizar esse recurso didático voltado para as necessidades dos alunos. A intenção não é criticar a prática da docência atual mais sim, observar e analisar como os educadores trabalham esse recurso didático em sua sala de aula, e quais são sua estratégia ao trabalhar a ludicidade para promover a aprendizagem dos alunos. Pesquisadores como Vygotsky, Friendmann, Piaget e dentre outros abordam essa temática da prática da docência interagindo com a ludicidade que tem como objetividade promover o desenvolvimento da criança. Na compreensão de Piaget “ (1975), “O jogo passa a adquirir regras mais elaboradas através da socialização da criança; influenciando no desenvolvimento de suas atividades mentais de simbolização e, no processo de aprendizagem”. Nessa visão de Piaget são evidentes as habilidades em que as atividades lúdicas podem exerce no educando, de forma que não apenas facilita a postura da relação da criança como também tem a capacidade de integrar ao educando valores éticos, morais e sociais, para que desde cedo a criança possa compreender papeis sociais. Considerando que o ensino é uma ferramenta para desenvolver a construção da aprendizagem das crianças, que estão começando a conhecer o mundo por meio da imaginação, do simbolismo, percebesse que utilizar recursos como: jogos, brincadeiras, faz de conta, entre outros são muito importantes para essa fase. Na visão e análise de Vygotsky (1991), ”_ jogo é um fator fundamental para o desenvolvimento infantil, pois pela ludicidade a criança opera, trabalha as zonas de desenvolvimento proximal, e aprende a agir. ” E também para implementar a importância de trabalhar lúdico nas séries iniciais tomamos como referência Gilda Rizzo (2001) diz que “os jogos, pelas suas qualidades intrínsecas de desafio à ação voluntária e consciente, devem estar, obrigatoriamente, incluídos entre as inúmeras opções de trabalho escolar. ” Essa análise de Rizzo, deixa bem claro a introdução de recursos didático envolvendo jogos, brincadeiras entre outro, com a finalidade de desenvolver o cognitivo da criança a compreender o mundo a sua volta de uma maneira dinamizada. 4 O lúdico, na concepção dos educadores, tomando como base de sustentação o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil – RCNEI (BRASIL, 1988), refere-se ao papel do professor de estruturar o campo das brincadeiras na vida das crianças, disponibilizando objetos, fantasias, brinquedos ou jogos e possibilitando espaço e tempo para brincar. O que se entende quando se fala sobre a incorporação desse novo método nas salas de aula é indiscutível, porém nem todo o educador tem essa preocupação de ré planejar suas atividades pedagógicas para promover essa abertura na sala de aula. Buscamos através desse trabalho de pesquisas analisar na prática como essa atividade é realmente praticada. OBJETO/ PROBLEMA DA PESQUISA • Como a ludicidade é vivenciada na sala de aula das séries iniciais?

OBJETIVO GERAL

• Compreender como a prática docente incorpora o lúdico no planejamento do cotidiano escolar. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Relacionar as atividades lúdicas desenvolvida pela professora; • Identificar como a professora relaciona as atividades lúdicas como processo de ensino e aprendizagem; • Compreender a importância que a professora dá a esse recurso; 5

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

O presente estudo, acerca do lúdico nas series inicias, tem como principal finalidade analisar a pratica docente, como desenvolvem atividade lúdica em sala de aula. Através de observações sistemáticas durante as sextas feiras, em um período de cinco aulas letivas de 4 horas em uma escola Municipal do Recife. A pesquisa apresenta o método observacional como principal critério para analisar a introdução da ludicidade realizadas nas atividades escolares, essas observações estão relacionadas tanto dentro da sala como também durante os intervalos. Pois considerando a importância de que nesse momento é que as crianças interagem com mais especificidade com brincadeiras e faz de conta. Durante as aulas campo, as informações estão sendo coletadas através de um caderno de anotações, que será analisado no final das observações. Outra ferramenta para coletar dados significativos, será realizada a elaboração de um questionário com perguntas abertas e fechadas com a intenção de saber qual a importância dessa temática, e se consideram relevante para o ensino. 6 DISCUSSÃO DOS ACHADOS DA

PESQUISA A LUZ DO REFERENCIAL TEÓRICO

Para a sustentação teórica dos achados nas observações da prática das aulas campos tomamos como pontos referenciais Rousseau, Froebel, Dewey, Gouveia e Piaget. Esses pensadores confirmam a importância de se trabalhar o lúdico para o desenvolvimento das crianças. Na escola-campo, a qual tomamos como vínculo para o desenvolvimento do esboço do exercício do estudo de pesquisa sobre o pressuposto tema: O lúdico nas series iniciais, durantes as observações notamos alguns pontos relevantes como por exemplos; ao iniciar a aula com música de ”bom dia” em que as crianças interagem uma com as outras pela coreografia da própria música, e na recreação, percebesse com mais evidência a ludicidade de como as crianças se envolvem no seu mundo simbólico, pois é na recreação que as mesmas sentem-se mais livres para brincar

[...]

Revisado por Editor do Webartigos.com