O que as Sagradas Escrituras registram através do Profeta Isaías, cerca de 700 anos antes da vinda de Jesus para a terra, a respeito do Divino Espírito Consolador? “Até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto; então o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque.” Isaías 32:15 O Profeta Isaías, principal narrador da vinda de Cristo ao planeta, mas cerca de 700 ano antes de ocorrer, também ressaltou que a unção do Espirito Santo estaria banhando a humanidade, provendo-nos sabedoria, vida e entendimento. Isaías também associou profeticamente a vinda do Espirito Santo com fertilidade e multiplicação. “E o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.” Isaías 32:16 O nosso julgamento na eternidade será pessoal, particular e intransferível, características que estão associadas ao deserto, já a justiça divina diária está associada ao campo fértil, pois ela nos é concedida hoje para que conquistemos vida e plenitude. “E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança para sempre.” Isaías 32:17 Outros efeitos da justiça divina através da concessão do Espirito Santo a nós são ressaltados por Isaías: paz, justiça e segurança, pois Ele nos concede entendimento para trilharmos nossos caminhos e sermos felizes em tudo aquilo que colocarmos nossas mãos. “E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso.” Isaías 32:18 O povo de Deus tem a promessa, já citada por Isaías, de habitar em paz, ser extremamente seguros e viverem em descanso, contrariando em muito todas aquelas tragédias que costumamos saber através dos jornais e que ocorrem ao redor do mundo todo. Ser de Deus e permanecer nEle é garantia de viver melhores dias. “Mas, descendo ao bosque, cairá saraiva e a cidade será inteiramente abatida.” Isaías 32:19 Não deixe jamais a sua posição em Deus e nem ignore as orientações que lhe são concedidas através do Espirito Consolador, em especial quando você está lendo ou ouvindo a Palavra de Deus, pois Ele nos dá compreensão daquela mensagem através do Espirito Santo. “Bem-aventurados vós os que semeais junto a todas as águas; e deixais livres os pés do boi e do jumento.” Isaías 32:20 Evangelho é escolha pessoal e intransferível, por mais que você ame a pessoa em questão, ela é que segue esta direção e é abençoada por esta experiência vital com Deus-Pai, com o Senhor Jesus e com o Divino Espirito Santo! Nós podemos levar a boa notícia, mas jamais vamos poder forçar ninguém a seguir os caminhos de Deus! Ser chamado para o Evangelho é obra de Deus que é realizada em nossa vidas! Em Nome de Jesus. Mônica Gazzarrini “Jesus Cristo é o Senhor”
Revisado por Editor do Webartigos.com