Cinderela era uma menina muito levada, gostava muito de se divertir com seus amigos. Adorava os bailes dos reinos vizinhos e aproveitava os festejos para paquerar os meninos.

Cinderela tinha uma madrasta muito querida, porque nem toda madrasta tem que ser ruim e esse mito maltrata a imagem das mulheres; a levava sempre aos bailes para ver gente bonita e diferente.

Em certo baile um príncipe, dono da festa, quis dançar com Cinderela a noite toda. Ela até achou o príncipe agradável. Era muito charmoso e perfumado, mas...

Quando deu meia-noite Cinderela lembrou que tinha outro baile para ir e que lá estavam seus amigos. O príncipe tentou impedir que Cinderela fosse embora fazendo muitas juras de amor e riqueza. Quando Cinderela pensou que teria que casar com o príncipe e fazer todas as vontades dele, que não poderia mais ver seus amigos e dançar nos bailes com quem quisesse decidiu sair correndo.

Teve muito cuidado para não deixar nada para trás, inclusive os sapatinhos de cristal. Pegou a carruagem e chegou a tempo de entrar no baile mais diferente que ela já tinha visto, com muitos príncipes, princesas e até vilões todos vivendo e se divertindo em harmonia. O nome do baile? Galo da Madrugada.

Depois daquele baile Cinderela decidiu que era melhor ficar solteira e viver muitas outras histórias e deixar esse assunto de casamento e filhos para se um dia achasse oportuno.

Revisado por Editor do Webartigos.com