Festejos em Comemoração à Criação da Chefia de Polícia em Santa Catarina - 29.11.1832 e breves notas sobre o Coronel Trogílio Mello na PC/SC

(Data da entrada em vigor do 1º Código de Processo Criminal do Império)

"Chefia de Polícia – Des. Medeiros Filho – Chefatura de Polícia – comemorações do aniversário de 95 anos de existência .  'A data de hoje marca os noventa e cinco anos de aniversário de criação da Chefatura de Polícia em Santa Catarina – criada na conformidade do Código de Processo Criminal do Império  de 29.11.1832 e da Lei de 03.11.1841 a Chefatura de Polícia teve sua instalação no dia 01.06.1834. O Primeiro Chefe de Polícia foi o Dr. Severo Amorim do Valle. O último Chefe de Polícia no período do Império foi o Dr. Edelberto Licinio da Costa Campello que foi sucedido pelo Capitão Firmínio Lopes Rego – O Des. Medeiros filho é o 62º Chefe de Polícia'".

"O Primeiro Chefe de Polícia foi o Dr. Severo Amorim do Valle. O último Chefe de Polícia no período do Império foi o Dr. Edelberto Licinio da Costa Campello que foi sucedido pelo Capitão Firmínio Lopes Rego – O Des. Medeiros filho é o 62º Chefe de Polícia  - homenagens.

Festejos dos noventa e seis anos – criada pelo Código de Processo Criminal do Império – 29.11.1832 – foi instalada em 01.06.1934 – até 29.11.1928 houve sessenta e cinco chefes de polícia.

"Aniversário de noventa e seis anos de existência - faz um relato histórico desde a criação e nomeação do Des. José Amorim do Valle para exercer o cargo de Chefe de Polícia (29.11.1834), registrando que até então passaram pelo órgão sessenta e cinco chefes - documento assinado pelo Des. Arthur Ferreira da Costa.

"Comemoração da Chefatura de Polícia – 97ª Aniversário de criação da Chefatura de Polícia (atual Secretaria da Segurança Pública) – Chefe de Polícia: Luiz Liberato Barroso.  A Chefia de Polícia foi criada pelo Código de Processo Criminal do Império – 29.11.1832, tendo sido instalada no dia 10.11.1838. O primeiro Chefe de Polícia foi o Desembargador Severo Amorim do Valle.  Na direção da Delegacia de Polícia da Capital  estava o "controvertido" Capitão/PM Trogílio Antonio de Mello (1929). No Gabinete de Identificação estava o médico Dr. Raymundo da Silva Santos (clínico da Capital). 

 

Revisado por Editor do Webartigos.com