A História da humanidade apresenta momentos fantásticos, mas também aqueles tristes, como a forma da apresentação da mulher no decorrer deste processo. Dependendo da sociedade, a mulher foi muito marginalizada, para citar um exemplo, na Idade Média elas eram consideradas como ‘reprodutoras’ e deveriam ser submissas aos esposos.

Entretanto, ainda temos impregnado os percalços desta sombria história, onde o pai manda e a esposa e filhos obedecem e se calam; neste viés, novas famílias são geradas e com o agravante: agressão física. Sabemos que a partir do episódio da biofarmacêutica Maria da Penha Maia, as mulheres brasileiras passaram a ter uma lei que trata com rigor a violência doméstica e familiar.

A homologação da “Lei Maria da Penha”, remete-nos a reflexão do quanto à mulher é desprezada e, por isso, comemora-se este dia para conscientização de homens e mulheres que precisam se tratar de forma igualitária. Quando o homem usa de violência para com a mulher, a humanidade perde a dimensão divina da vida: Deus nos criou para o complemento e, o dia internacional da mulher (oito de março) é justamente a data para prestar homenagem à mulher e compreender a importância do equilíbrio na prosperidade da humanidade.

O homem precisa entender que o dia da mulher é para conhecer a história da descriminação e até saber os motivos do surgimento desta data. O dia da mulher ajuda a banir do convívio social os ‘mitos’ em relação ao feminino, como a mulher ser menos competente que o homem e ser incapaz de exercer autoridade.

Faz-se necessário reeducar a visão que temos em relação à mulher. É visível a luta da mulher pela busca de autonomia e para adentrar ao mercado de trabalho, e nele esta conseguindo cargos de chefia com responsabilidade, mesmo sem deixar de administrar sua casa, cuidar de filhos, esposo, entre outros. Admitamos: muitas famílias prosperam pelo vigor e persistência da esposa e mãe!

O Dia Internacional da Mulher foi instituído para amadurecermos e mudar conceitos. Afinal, na atualidade muitos homens estão desejando ter ao seu lado uma mulher que expresse confiança, determinação, ousadia, cautela e coragem! Esta mudança de paradigma nos leva acreditar que caminhamos para o equilíbrio.

Desejo muito este equilíbrio, pois quando os gêneros se entendem a humanidade prospera e Deus se alegra. Como é triste quando um casal não se entende e briga em frente aos filhos!

Oito de março é data especial, não apenas para homenagear a mulher, mas para entender que neste mundo todos são iguais, e quando entendemos que juntos somos mais, homem e mulher vão estar de mãos dadas para serem felizes.

Revisado por Editor do Webartigos.com