SEGUNDA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

ONIZ DE OLIVEIRA

Atividades acadêmico-científico-culturais

Processos Formativos Externos

Atividades Complementares (100h) – ONIZ DE OLIVEIRA

POLO: PRAIA GRANDE

SÃO PAULO

2017

1-INTRODUÇÃO

            As atividades complementares fazem parte do currículo do curso de licenciatura em Pedagogia. Com a grade curricular o graduando pode escolher entre varias possibilidades quais as atividades serão realizadas, não há à necessidade de fazer todos os eventos, de acordo com a proposta.

           Procurei selecionar um pouco de cada evento para participar e fazer os relatórios. Fiz uma parte com leitura e resenhas de livros pedagógicos, resenhas de filmes voltados para a área educativa. Assisti algumas peças teatrais. Realizei duas visitas a museus, estive presente em um show, também participei de um congresso no SESC São Paulo, cujo tema desenvolvido abordava a temática da Arte/Educação.

            A finalidade destas atividades é desenvolver os relatórios de todas as atividades, de maneira que possa ampliar o repertório de cada graduando. Todos os eventos estão descritos a seguir acompanhados de comprovantes de efetivação de cada evento. 

2-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Teatro Lauro Gomes

Evento: apresentação teatral

Data: 18/03/2017

            A peça teatral Mammamia é uma apresentação bastante interessante, com atores muito capacitados, o texto muito bem representado.  O local também ajudou bastante, pois o cenário contribuiu significativamente para o desenvolvimento da peça.

            Cada ato apresentado deixava o público extasiado e envolvido com os atores. Aproveitei para registrar o momento, pois não é todos os dias que se essa oportunidade de assistir peças magnificas como esta.

            Este evento também seguiu para que eu pudesse compor minha pasta das atividades complementares.  

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

3-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Praça Fernando Arens – Centro de Mongaguá – SP.

Evento: apresentação teatral na praça

Data: 20/04/2017

          Hoje foi o dia do teatro na praça, desta vez foram os atores que foram até o público, em pleno meio dia do dia 20/04, os atores do circuito SESC de Artes foram para a praça central de Mongaguá, para apresentação de uma peça para todos que passassem por ali naquele momento.

          Naquele exato momento passava por lá e aproveitei para assisti mais esta peça encantadora, que me proporcionou um pouco mais de cultura. Aproveitei para utilizar também este evento para fazer minhas atividades complementares.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

Assinatura da aluna_______________________________________________

4-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: cidade de Mongaguá - SP

Evento: apresentação teatral

Data: 21/04/2017

           Este evento aconteceu por meio de uma mistura de apresentação teatral e circo ao mesmo tempo, pois estes atores circenses fizeram uma apresentação totalmente teatral.

           O texto apresentado estava voltado para o público infantil, mas também encantava o público em geral.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

Assinatura da aluna______________________________________________

 

5-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Praça Dr. Fernando Arens – Centro Mongaguá – SP.

Evento: apresentação teatral na praça

Data: 30/04/2017

Total de horas por atividade= 05 horas

           O circuito SESC de Artes fez em praça publica da cidade de Mongaguá neste dia (30/04) uma linda exposição teatral, mais comumente chamado de teatro intervenção, pois o publico pode interagir com os artistas.

           Foi uma apresentação maravilhosa em que todos puderam atuar em conjunto com os atores. A encenação foi de um texto simples, mas bastante significativo, que trazia uma mensagem alegre e divertida.

           Para mim foi interessante assisti a peça, como também ter algumas atividades culturais para compor minha pasta das atividades complementares do curso de Pedagogia.

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

Total por modalidade = 20 horas

 

6-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Museu da Imagem e Som (MIS) – SP.

Evento: visita a exposição de TIM BURTON

Data: 05/04/2016

            O Museu da Imagem e do Som é um espaço magnifico que, faz exposição de vários artistas renomados. Neste dia que estive neste ambiente para sanar algumas curiosidades, estava em exposição à obra de Tim Burton. Exposição maravilhosa e enriquecedora, nova aprendizagem e um pouco mais de cultura para o graduando de Pedagogia.

 

Assinatura da aluna______________________________________________

Total de horas por atividade= 05 horas

 

7-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: cidade de Santos – SP.

Evento: visita à exposição do Museu Pelé

Data: 25/06/2016

           Realizar esta visita ao museu é uma maneira de adquirir um novo conhecimento, uma cultura diferenciada do cotidiano. Este foi o momento e conhecer algumas curiosidades do rei do futebol brasileiro. Assim como também certas novidades do esporte preferido dos brasileiros.

 

Assinatura da aluna______________________________________________

Total de horas por atividade= 05 horas

Total por modalidade = 10 horas

 

8-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Teatro Paulo Machado de Carvalho – SP.

Evento: show da cantora Ana Carolina

Data: 27/02/2016

Total de horas por atividade= 05 horas

          Na noite deste sábado (27/02), a cantora Ana Carolina levantou o publico com sua voz potente, e seu carisma. Foi uma excelente noite, como uma musica maravilhosa e de boa qualidade.

           Os fãs ficaram muito satisfeitos com a apresentação da cantora, no final ela presenteou uma fã com uma música que foi cantada e dueto com esta fã.

           Ela finalizou o show prometendo voltar em outra data, todos saíram do local bastante satisfeito com o evento. Para mim foi à oportunidade de assisti uma musica de boa qualidade e ainda fazer minha atividade complementar com a participação neste evento, conforme documento anexo.

 

Assinatura da aluna_______________________________________________.

 

Total por modalidade = 05 horas

 

9-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Espaço de meditação

Evento: Resenha do livro “Leitura e Escrita Em Práticas Socioeducativas”, Solange Carvalho De Souza (2014) – p.p 11 a 17 – 1ª edição seção.

Data: 19/02/2017

            A leitura pode se revelar de duas maneiras: por meio da leitura verbal, que é aquela que utiliza a língua escrita, ou dos signos quando apresentado por meio da linguagem não verbal, que utiliza outros indicadores, podendo ser a dança, a música, a pintura entre outros.

           Assim sendo, a leitura permite o acréscimo das condições de interação social. O registro da língua através do código escrito autoriza ao homem entrar em contato com as manifestações socioculturais que muitas vezes lhes são remotos.

            O contato com os mais diversos tipos de textos proporciona o acesso a muitas informações sobre o mundo, criando um elo entre o leitor e o receptor. A obtenção de conhecimentos por meio dessa interação permite que o indivíduo seja capaz de compreender melhor o presente e seu papel como sujeito histórico.

            A socialização do sujeito se faz também através da leitura e da escrita, pois por meio do código comum da escrita, ele se depara com obras com significados de outros indivíduos constituindo um contato com as manifestações socioculturais. A leitura vai além do texto ela depende do conhecimento de mundo que cada pessoa possui.

           Para ler é necessário que o leitor faça a leitura nas linhas; que é apenas o que está escrito, precisa ler nas entrelinhas; é ler o que não está escrito, mas o leitor reconhece pelo contexto de produção, ler além das entrelinhas é quando a leitura não acontece por meio do que está escrito, mas o leitor consegue fazer relações com o seu conhecimento de mundo, neste caso chama-se de leitura de mundo. 

            A emoção trazida pela leitura é ativada pelo racional assim que o leitor percebe suas preferências, ou seja, o leitor racionaliza seus gostos, tornando-se capaz de fazer uma leitura critica. O nível racional é objetivo. O nosso mundo exterior precisa se inteirar com o nosso universo inconsciente.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

10-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Ambiente de estudo

Evento: Resenha do livro “Psicologia da Aprendizagem - DA TEORIA DO CONDICIONAMENTO AO CONSTRUTIVISMO” - Origem:  NACIONAL - Editora: CONTEXTO - Edição:  Assunto: Educação - Pedagogia - Idioma: PORTUGUÊS Ano:  2011 - País de Produção: BRASIL - Código de Barras:  9788572446617 - ISBN:  8572446613

Data: 09/03/2017

            A Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento durante o seu percurso histórico tem procurado dar consideração à adjacência do ato de aprender, conforme a visão de estudiosos dessa ciência, observando os fundamentais jeitos das proposições que provocam apreender como se dá esse método. Quando o individuo adquire o hábito da leitura; a prática de escrita vem naturalmente.

           Fundamentado nessa questão, Foucambert (1994) afirma que as pessoas começam a envolver no mundo e a conviver com ele ou até mesmo transformá-lo, quando passam a ser aptos de instituir os conhecimentos alcançados durante a vida, e de fazer relações com situações que a realidade impõe, tentando solucionar os problemas que lhes são apresentados.

           Nesse sentido percebe-se a importância de se formar um escritor e um leitor crítico, já que, à medida que quanto mais conscientes forem os indivíduos, maior será sua participação numa sociedade democrática. a emoção é um nível movido pelas sensações, é subjetiva e pela falta de objetividade não é crítica.

            O homem, muitas vezes, se deixa envolver pela emoção ao assistir a um filme ou ler revistas de fofocas, porque, por algum motivo, se identifica com esse contexto, o que o leva a encontrar um sentido para preencher uma passagem vaga de sua vida. Assim, a emoção é usada pelo leitor, muitas vezes para um ato de fuga ou em busca de algo que ele deseja.

            A Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento durante o seu percurso histórico tem procurado dar consideração à adjacência do ato de aprender, conforme a visão de estudiosos dessa ciência, observando os fundamentais jeitos das proposições que provocam apreender como se dá esse método. Quando o individuo adquire o hábito da leitura; a prática de escrita vem gradativamente como consequência.       

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

11-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Espaço e análise café

Evento: Resenha do livro “O Ensino da Arte” Luciana Mourao Arslan e Rosa Iavelberg (2001, p.22-24) – editora Moderna – 2001 – 2ª edição.

Data: 15/03/2017

            O educando na Educação Infantil raciocina o mundo de um modo característico e conveniente. Isso faz advertir de uma maneira de expressar de Portinari, a respeito dos educandos, quando disse que venerava pintar crianças em gangorra e balanço só para vê-los no ar feito crianças. O ensino de Arte segundo Ferraz; Fusari (2001, p.22-24) proporcionam influências de três pedagogias: clássica, contemporânea e tecnicista, e o acentuado destas extensões são as exterioridades pedagógicas, ideológicas e filosóficas que distinguem a instrução e aprendizagem das Artes, auxiliando o professor (a) perceber as suas atuações e todo método de constituição.

            Embora a Proposta Curricular permaneça orientando o trabalho da maioria dos educadores, a mistura entre as convergências segue ocorrendo nas práticas pedagógicas. Não é complicado localizar professores/docentes, tanto da rede oficial como da particular, completamente alienados de sua conjuntura histórica e social. Consequentemente, são mais conservadores a novidades na instrução e na aprendizagem das Artes, especialmente no que alude aos procedimentos modernos.

            Outros educadores até reconhecem, mas não se preocupam em incluir essas noções com sua prática pedagógica, revertendo para a sala de aula um ensino-aprendizagem de qualidade discutível. Atualmente, a consideração de Artes conforme as autoras tem sido componente de distintas explicações: Arte como metodologia; materiais artísticos; lazer; procedimento intuitivo liberação.

              As Artes é um movimento que procura novos métodos do Ensino Aprendizagem de Artes nos estabelecimentos de ensino, essa nova maneira de refletir solicita uma procedimento que permita aos alunos a obtenção de um saber particular, que os amparem no descobrimento de novos caminhos, bem como na apreensão do mundo em que habitam e suas impossibilidades, um método onde o ingresso às metodologias e produtos artísticos precisa ser tanto ponto de partida como parâmetro para essas atuações educacionais.

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

12-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Café – espaço interativo

Evento: Resenha do livro “Educação e Arte. As Linguagens Artísticas na Formação Humana”. Capa comum: 160 páginas - Editora: Papirus; Edição: 2ª (07 de março de 2008)Idioma: Português ISBN-10: 8530808584 ISBN-13: 978-8530808587.

Data: 18/03/2017

              Perante um artefato ou uma imagem, são apropriados de compreender e examinar cada pormenor. Por conseguinte a inclusão em um plano de extensa estabilidade autorizará a esses educandos uma mais perfeita demonstração e difusão de seus conceitos. Fernando Hernandez reparte em tópicos um exemplo de encadeamento para a preparação de um plano de quefazeres parte de um assunto ou de uma dificuldade ajustado com a classe.  Começa um procedimento de investigação.

              Procura-se e nomeiam-se fontes de conhecimentos. São instituídos críticas de preparo e explanação de fontes. São angariadas novas ambiguidades e indagas. São fundadas analogias com outras dificuldades. Concebe-se o método de preparação da informação existido, recapitula-se (pondera-se) o que foi compreendido.

              A Arte como forma de colaboração para a ampliação de uma visão mais afetuosa para as ocorrências que circundam o educando. Este tipo de metodologia, ou muito semelhante, é justaposto na Educação não formal por meio de cursos e oficinas fornecidas em ateliês ou núcleos culturais. Estes ambientes são devidamente estruturados, esquematizados para compreender cada linguagem da Arte. Normalmente estes ambientes proporcionam cursos e oficinas para educandos com mais de sete anos de idade.

              A essa consideração, recomenda-se que, novas indagas sejam feitas com a intenção de penetrar estes assuntos. Ao longo desta investigação, constatou-se que, em uma Instituição de Ensino de Educação Infantil que a educadora permanecia tentando aplicar uma atividade de aquarela em uma turma com as carteiras preparadas de modo convencional (uma atrás da outra) e esta atividade era realizada nas passagens apertadas entre uma fileira e outra de carteiras.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

13-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Espaço de leitura

Evento: Resenha do livro “Teorias de Aprendizagem” de Marco Antônio Moreira – publicado em 1999. – p. p. 126 a 129 –

Data: 24/03/2017

              As teorias de aprendizagem procuram distinguir a eficácia abrangida na ação de desenvolvimento e aprendizagem, evidenciando a importância do desenvolvimento cognitivo do educando, e arriscam a esclarecer a analogia entre o conhecimento pré-existente e o original.

              O conhecimento não seria exclusivamente esperteza, mas essencialmente, identificação individual e semelhança por meio da influência mútua entre os educandos. A familiarização com as fundamentais teorias de ensino e aprendizagem, destacando especialmente a alcance delas na metodologia do aprender.

              De acordo com a autora algumas prováveis causas das dificuldades de aprendizagem podem ser ambientais e estão relacionadas a fatores pré-natais, pós-natais e perinatais. Outros problemas de aprendizagem podem está diretamente vinculados a lesões cerebrais, nascidas a partir de traumatismos cranianos, embolias cerebrais e cânceres, febres elevadas e enfermidades como encefalite e meningite.

              Têm ainda fatores pautados à desnutrição, exibição a sustâncias tóxicas e a tratamento com radiação e quimioterapia, falta de oxigênio e confusões antes ou durante o parto, doenças ou exposições a drogas durante a gravidez, sufocação, afogamento, inalação de fumaça, envenenamento por monóxido de carbono. Fatores hereditários apresentam causa definitiva para a aparição de problemas de aprendizado.

              A obrigação de concepção sobre os conceitos e os modelos do aprender vem motivando atuações no espaço educativo, nas investigações científicas e nas existências dos estudantes, sobretudo quando deparam com problemas em suas capacidades principais da vida escolar, social e igualitária. A procura pela acepção, motivos e sujeitos de dificuldade no ato de aprender fizeram com que surgissem originais compreensões e construção para a análise e a interferência, ter em vista permitir a superação do déficit, mas para isso é acentuado que inicialmente se arrisque envolver o que é e como se dá a o ato de aprender. Para incluir o julgamento do problema de aprendizagem é imprescindível, primeiramente, debater a respeito do que constitui aprendizagem de concordata com a Psicologia da Educação. A acepção de aprendizagem e o momento em que se desvirtua para estudar tem sido artefato de altercação desde os iniciais cursos da Psicologia.

Total de horas por atividade= 05 horas

 

Assinatura da aluna______________________________________________

14-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: Espaço leitura

Evento: Resenha do livro “Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem” (Livro por Isabel Alarcão e José Tavares). Capa comum: 232 páginas. Editora: Almedina; Edição: 1ª (1990) - Idioma: Português - ISBN-10: 9724005194 - ISBN-13: 978-9724005195.

Data: 31/03/2017

              A Psicologia da Aprendizagem e do Desenvolvimento durante o seu percurso histórico tem procurado dar consideração à adjacência do ato de aprender, conforme a visão de estudiosos dessa ciência, observando os fundamentais jeitos das proposições que provocam apreender como se dá esse método. Quando o individuo adquire o hábito da leitura; a prática de escrita vem gradativamente como consequência.

              O homem, muitas vezes, se deixa envolver pela emoção ao assistir a um filme ou ler revistas de fofocas, porque, por algum motivo, se identifica com esse contexto, o que o leva a encontrar um sentido para preencher uma passagem vaga de sua vida. Assim, a emoção é usada pelo leitor, muitas vezes para um ato de fuga ou em busca de algo que ele deseja. A emoção trazida pela leitura é ativada pelo racional assim que o leitor percebe suas preferências, ou seja, o leitor racionaliza seus gostos, tornando-se capaz de fazer uma leitura crítica.

              O hábito consiste em um princípio de acomodações contraídas, é ao mesmo tempo a habilidade de desenvolver as técnicas ou as atuações adequadas de um costume. Ao dar prioridade ao procedimento de associação de sons e letras, decifrar palavras independentes e desenvolver linguagens revoga ao afastar o aluno do real significado do ato da leitura. Estes são aspectos imprescindíveis, mas não satisfatórios, pois se imagina a leitura como um método de interação entre o leitor e o autor.

              A terminologia dificuldades de aprendizagem enfrenta uma problemática constante acerca do uso sucinto da adjacência, ter em vista aprovar e corroborar as representações superficiais que acarretam danos para aqueles que a deparam. Esclarecer dificuldade no aprendizado é uma ampla provocação analisando os progressos nos campos da investigação das neurociências e do ensino. Este progresso não se dá exclusivamente por conta do quantitativo de indagações científicas no campo, mas também, pelos desafios que todos os dias estudantes encaram em suas atividades escolares. Desafios que educandos suportam em ocorrências comuns da vida profissional.

              Ressaltamos que as dificuldades de ensino e aprendizagem têm alcançado cada vez mais lugares nos círculos científicos não exclusivamente por ter abordado mais estudantes ao longo das derradeiras duas dezenas, mas em benefício da probabilidade de análise cada vez mais precoce, tendo em vista à superação do déficit e não mais a concentração na dificuldade, afinal o que é aprender; como se dá o ato do aprendizado. Quais habilidades os educandos precisam contrair para desenvolver a aprendizagem; como se dá o processamento do conhecimento ao longo do processo do aprendizado, determinados estudantes têm problemas em aprender alguma coisa que conforma ser tão simples para outras; assunto como estes consistiu em questão de altercação há muitos anos nos espaços científicos e da educação.

 

Assinatura da aluna______________________________________________

 

Total de horas por atividade= 05 horas

Total de horas por modalidade = 30 horas

 

15-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “Entre Os Muros da Escola”.

Data: 02/05/2017

            Compreende-se que o professor, visto como “uma pessoa, que unido com outros indivíduos, arquiteta em seu atuar” (LUCKESI, 2001), é um indivíduo funcional e apropriado de modificação com as suas atuações. Tendo em vista que sua concepção cogita em seu exercício.  Refletir-se-á a respeito de os subsídios que a didática, como matéria se ensina, proporciona a esse profissional. A percepção de Didática não é parecida entre os pesquisadores do ensino, padecendo autoridade dos protótipos que os norteiam.

            Para que ocorra a analogia ensino-aprendizagem, pondera-se que para lecionar é imprescindível seguir distintos métodos, escolher conteúdos e matérias didáticos, ainda que não signifiquem os exclusivos suportes das tarefas pedagógicas do educador. É desejável procurar complementá-las a fim de aumentar o ingresso aos documentos e as atividades recomendadas no material seguido, ou, ainda, com a finalidade de acomodá-lo ao grupo de estudantes que o empregam. Nessa conjuntura e com esses intuitos recomenda-se que a didática, além de ser um procedimento ou um resultado, auxilie, por meio da analogia pedagógica.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

 

  Assinatura da aluna______________________________________________

16-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “Ao mestre com Carinho”.

Data: 03/05/2017

            A educação e a aprendizagem acontecem a partir da “analogia tripla” entre o educador, os educandos e o conhecimento, como elucida Cordeiro (2009).  Conforme se pode ver no filme que, a intenção de conjeturar a respeito da importância da Didática no desenvolvimento do professor, a partir da investigação bibliográfica que dá o apoio teórico, e de uma observação que teve como fim reconhecer o exercício pedagógico do docente na realidade da instituição de ensino.

           O ponto de arrancada e o de aproximada reside no Projeto Político Pedagógico da instituição de ensino, no seu aspecto abrangendo as intenções pedagógicas e, ainda, a práxis pedagógica do docente, com as suas decorrências e os problemas que são deparadas na metodologia da educação, sem submergir de vista as especificidades do procedimento de aprendizagem.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

  Assinatura da aluna______________________________________________

 

17-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “Ser e Ter”.

Data: 05/05/2017

           Existem autores que definem procedimentos para se ensinar a ler e escrever, no entanto cada estudante tem seu tempo e seu modo de aprender. Observam-se no filme algumas definições de alguns autores sobre como facilitar a aprendizagem.

            Existem muitas maneiras de se comunicar, entretanto a escrita é uma interpretação da leitura com o intuito de transmitir significados aos significantes. O modo mais adequado de adquirir a escrita é diferenciá-la de outros formatos de comunicação, e induzir a leitura para interpretar e conquistar a habilidade de decifrar, ler e escrever.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

  Assinatura da aluna______________________________________________

18-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “Sementes de Violência”.

Data: 08/05/2017

            O momento da juventude é caracterizado por múltiplos fatores, mas, sem imprecisão, o mais extraordinário é a tomada de consciência de um novo lugar no mundo, a princípio em uma nova realidade que causa desordem de julgamentos e prejuízo de determinados códigos.

            O encontro dos semelhantes no mundo dos dessemelhantes é o que assinala a constituição da aliança de jovens, que se virarão ambiente aberto à demonstração e a reestruturação da individualidade, ainda que essa permaneça por algum período a consistir-se em grupal.

            Esse conhecimento de socialização pode ser construtivo, auxiliando o adolescente a desempenhar sua pretensão, suas ambições e a divulgar sua inventividade, ou ao adverso, podem ser destrutivas no grau em que for um ambiente.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

 

  Assinatura da aluna______________________________________________

19-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “Mentes Perigosas”

Data: 11/05/2017

            As ações de vândalos, as gangues, as destruições, os rachas, o uso de drogas são demonstrações da realidade social em que o jovem se depara. Aos adolescentes desnorteados existe a filosofia do “vale tudo”, numa circunstância duvidosa, em que não se tem ciência do que pode ou não praticar como praticar e, ainda, não alcança distinguir o bem do mal, o correto do censurável, o construtivo do destrutivo. E o pior, é que eles não têm a quem apelar, pois a coletividade se descobre igual a ele, duvidosa, ambígua e desnorteada.

           No Brasil, a vulnerabilidade social de crianças, adolescentes e jovens é muito inquietante, pode distinguir a precisão de conscientização, saídas, e mais ainda, contar com o auxílio a essas crianças, com a finalidade de sanar as dificuldades igualitárias desses jovens, estimula e atribui a nós culpabilidade e obrigação com a causa.

           Percebemos o precipício, no qual muitos jovens e adolescentes se lançam por ausência de chances, afastando-se da instituição de ensino e quando nela vão é para cometer atos de vandalismos, deixando de lado a aprendizagem, e a convivência em sociedade, para virarem reféns das drogas e da criminalidade.

Total de horas por atividade= 05 horas

 Assinatura da aluna______________________________________________

20-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: sala de vídeo – filme locado

Evento: resenha do filme “A Onda”.

Data: 15/05/2017

            Os adolescentes procedentes de camadas menos patrocinadas são muitas vezes instigados a pular a fase da juventude, pois carecem adotar encargo de amadurecidos virando-se responsáveis muitas vezes pela sustentação da família. Períodos de conflito acontecem em diferentes fases de maturidade e desenvolvimento do homem.

           Na juventude, este conflito é de identidade, revestindo-se do termo de vulnerabilidade, pois as composições igualitárias no ponto de vista do adolescente não estão determinadas. Muitas vezes falta de estrutura familiar, novos desafios, e muitos encargos conferidos, completam por induzir estes sujeitos para um caminho mais “simplificado”, uma passagem confusa e que lhe traz grandes implicações.

            O sujeito não se desanda transgressor aleatoriamente; ele é estimulado ao mundo da delinquência por múltiplos fatores, o que completa por colaborar para que, apontados jovens, apresentem uma inteligência falha dos fatos, dessa maneira, eles são revelados constantemente aos riscos da coletividade que os reúnem no mundo do delito.

 

Total de horas por atividade= 05 horas

Total por modalidade = 30 horas

Assinatura da aluna______________________________________________

 

21-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Local de realização da atividade: SESC São Paulo - SP

Evento: 4º Congresso Internacional SESC de Arte/Educação.

Data: 02/08/2016.

           No Congresso foi possível perceber quer o trabalho com a percepção, a reflexão, a disciplina, a criatividade e o envolvimento com o grupo. A Arte constitui uma afinidade de autoconfiança com os outros. A importância de que a Arte e seus subsídios estão contemporâneos em nosso cotidiano; não necessita ser vista como elemento para oportunizar encanto aos educandos, para trabalhar a coordenação motora ou para adornar as classes, mas ao adverso.

            Carece-se trabalhar a Arte como subsídios para a constituição do conhecimento afetuoso do estudante, já que colabora também, para o ensino do apreciar deste, e auxílio a desenvolver suas leituras de mundo. Os seres humanos são dotados de capacidade criadora e têm a aptidão de aprender e de instruir. A capacidade criadora do educando necessita ser trabalhada e aumentada, e é por meio do trabalho concretizado com a Arte nas Instituições de Ensino que isso será plausível.

 

Total por modalidade = 05 horas

 

  Assinatura da aluna______________________________________________

 

22-CONCLUSÃO

 

            Termino de concluir os relatórios das atividades complementares, agradecida com tudo que pude aprender ao longo dos meses, que passei participante fisicamente e em seguida confeccionando cada um dos relatórios, referente a cada evento participava.

            Procurei fazer um pouco de cada atividade para que a pasta ficasse diversificada, não só para a entrega, mas para o meu conhecimento também. Busquei aproveitar o máximo que pude  nos eventos, observava atentamente para depois poder descrever um pouco de cada um deles.

           Elaborar estes relatórios todos os dias proporcionou-me um novo repertório, conheci eventos culturais que anteriormente não costumava participar e frequentar, pois achava irrelevante, hoje possuo outro ponto de vista, cada atividade/evento acrescentou muito em minha vida pessoal e profissional.

 

23-Curso: Segunda Licenciatura em Pedagogia

Aluna: Oniz De Oliveira

Ano de realização das atividades: 2016/2017

Resumo das atividades complementares

Data

Local

Evento

Horas

18/03/2017

Teatro Lauro Gomes

Apresentação teatral

05 horas

20/04/2017

Praça Fernando Arens

Apresentação teatral

05 horas

21/04/2017

Cidade de Mongaguá

Apresentação teatral

05 horas

30/04/2017

Praça Fernando Arens

Apresentação teatral

05 horas

05/04/2016

Museu da Imagem e Som (MIS)

Visita à exposição de TIM BURTON

05 horas

25/06/2016

Cidade de Santos – SP.

 

Visita à exposição do Museu Pelé

05 horas

27/02/2016

Teatro Paulo Machado de Carvalho – SP

Show da cantora Ana Carolina

05 horas

19/02/2017

Espaço de meditação

Resenha do livro

05 horas

09/03/2017

Ambiente de estudo

Resenha do livro

05 horas

15/03/2017

Espaço e análise café

Resenha do livro

05 horas

18/03/2017

Café – espaço interativo

Resenha do livro

05 horas

24/03/2017

Espaço de leitura

Resenha do livro

05 horas

31/03/2017

Espaço leitura

Resenha do livro

05 horas

02/05/2017

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “Entre Os Muros da Escola”.

05 horas

03/05/2017

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “Ao mestre com Carinho”

05 horas

05/05/2017

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “Ser e Ter”.

05 horas

08/05/2017

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “Sementes de Violência”.

05 horas

11/05/2017

 

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “Mentes Perigosas”

05 horas

15/05/2017

Sala de vídeo – filme locado

Resenha do filme “A Onda”.

05 horas

02/08/2016.

SESC São Paulo - SP

4ºCongresso Internacional SESC de Arte/Educação

05 horas

Total geral de horas da formação externa: 100 horas

 

______________________                    ____________________________________________

                Data                                                      Professor (a) orientador (a)

Revisado por Editor do Webartigos.com