Inclua um propósito aos seus dons da alma. Lembre-se que ter um dom é algo muito especial, mas incluir qualidades e enfeitá-los com sentimentos menos reativos e mais proativos vai potencializar a consciência e o amor incondicional impressos na sua alma. Aliás, o amor é uma das qualidades originais que você cultiva desde que nasceu, mas principalmente, desde que tomou posse da consciência e da tua própria luz como elementos indispensáveis ao saber viver. Logo esse amor que em algum momento da tua história se misturou com apego, posse e dependência obsessiva, e outros hábitos nocivos que fincaram raízes profundas e que foram aceitos como normais. Por isso que ao incluir propósitos reais a tudo isso você passará a perceber novamente o amor na forma mais pura, na essência mais sublime, o amor como incondicional. Importando-se mais com os relacionamentos diários, compartilhando mais do seu conhecimento e das suas necessidades, reconhecendo mais suas limitações humanas, elevando seus desejos divinos, mas em especial, libertando-se das amarras passadas, dando vazão para um presente cheio de possibilidades, de atos e fatos reais. Com isso, você já não sente mais aquela dependência onde não consegue ser você mesma. O verdadeiro amor nunca gera vínculo e prisões, não coloca ninguém em cativeiros, porque antes de qualquer coisa, o amor incondicional é liberto de tudo que seja contrário a si próprio.

Revisado por Editor do Webartigos.com