A INDIFERENÇA
Quando a pessoa esquece de se conhecer, a indiferença surge.

O mar gelado
De toda a indiferença
É sempre quebrado
Pelo simples machado
Do conhecimento.

A pessoa sabendo quem é
Faz retornar a Fé
Que possuía.


"Um livro deve ser o machado que quebra o mar gelado em nós".

Franz Kafka - Escritor Tcheco (1883-1924)

FOLHAS PASSANDO
Assim como o tempo terreno, a folha de um livro marca o momento.

Cada folha que passa
Sempre ultrapassa
O limite da ignorância.

Um Bom Livro
É um Educador
Que não cobra
E se desdobra
Para ensinar.

De dia,
Tudo tranquilo,
Mas quando a noite cai
E a escuridão aparece,
Uma luz acesa
Sobre a mesa
Ilumina cada letra.

"O que passou, passou, mas o que passou luzindo, resplandecerá para sempre".

Johann Goethe - Escritor, Cientista e Filósofo Alemão (1749-1832)

A LUZ E O VERBO
A luz que se recebe se transforma no verbo exemplar.

A palavra boa
Por toda parte ressoa
E nunca magoa
O ouvido educado.

"As pessoas tendem a colocar palavras onde faltam idéias".

Johann Goethe - Escritor, Cientista e Filósofo Alemão (1749-1832)

O vento pode levar
Para qualquer lugar
Uma boa palavra
Que vai ajudar
Muita gente.

Revisado por Editor do Webartigos.com